FRUTAS EM NATUREZA PODRE

malucas cores entontecem
frutas-flores podres entorpecem
zumbindo divertida abelha atrevida titubeia no favo e na flor
poliniza no quintal
zangado zune o zangão

demais insetos aguardam a moça da bandeja
dos recusados frutos
ficam brutos
rumos incertos
zanzam num zunzumzum
sobre bagaço do araticum

migram formigas nas vigas velhas do casarão
besouros bisbilhotam lagartas nos paus-podres
alhures libélulas dão com a bunda n’água

desafetos insetos aguardam a moça da bandeja na porta dos fundos
com seus frutos recusados.

JF – 27.01.92

 

Anúncios

Sobre luizcavalinijr

Jornalista por formação e publicitário por profissão e paixão.
Esse post foi publicado em Poesia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s