“tomador de conta de carro, vulgo flanelinha”

 Aqui em Juiz de Fora como em qualquer cidade com mais de 300 mil habitantes existe o “tomador de conta de carro”, mais conhecido como  “flanelinha”. É consenso que o problema é social e é
fruto do desemprego e da desqualificação profissional. Entretanto,
alimentar esta solução é retroceder rumo a comunidade que desejamos,
que suponho, ser a do bem estar coletivo. Nossa sociedade tem ferramentas
(provavelmente não suficientes) para conduzir estas pessoas a um emprego digno,
saudável e  seguro. É importante
pesquisar, mapear, identificar os indivíduos, mas sobretudo é importante não
institucionalizar o sub-emprego. Da mesma forma deve-se olhar para os catadores
de papel. Deve-se tirá-lo das ruas ou fornecer a eles veículos seguros, posto
que a cidade tem departamento de limpeza urbana e, em tese, não careceria de
expor estas pessoas ao nosso trânsito já estrangulado, também com risco de
vida.

Anúncios

Sobre luizcavalinijr

Jornalista por formação e publicitário por profissão e paixão.
Esse post foi publicado em Pequenos Textos. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s