Arquivo do mês: agosto 2006

RAÍZES

No fundo, no fundo bem profundo é o sentimento de quem ama o mundo é orgânicotelúricogalático finca raízes nas estrelas e frutos no coração

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

O GUARDA QUE ESCREVIA POESIAS NO TRÂNSITO

Toma notaplaca a placa guarda números verdes, vermelhos, amarelos sinais fechados sinais abertos letras anotadas — literalmente uma literatura de esquina! Os motores carecem de poesia 21.03.97

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

FRUTAS EM NATUREZA PODRE

malucas cores entontecem frutas-flores podres entorpecem zumbindo divertida abelha atrevida titubeia no favo e na flor poliniza no quintal zangado zune o zangão demais insetos aguardam a moça da bandeja dos recusados frutos ficam brutos rumos incertos zanzam num zunzumzum … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

UMA (OBS)CENA

corposelos laços ganchos       nós

Publicado em Poesia | Deixe um comentário

RETRATO

momento registro incompleto figura sem a devida perspectiva inativa o traço fixo trai o movimento

Publicado em Poesia | Deixe um comentário